Crucified Barbara por Andressa Mendes

Mulher como protagonista no mundo do rock e metal, ao contrário do que muita gente pensa, não é novidade . Apesar de ocupar uma parte pequena destes universos, desde os anos 1960 rostos femininos estampam capas de discos e pôsteres de banda mundo afora. Mas, diz aí, qual é a primeira banda que vem à sua cabeça quando você ouve a expressão “rock/metal feminino” ? Muito provavelmente a maioria deve pensar em Runaways, Mutantes, Hole ou para os mais novinhos, Paramore, Evanescence, Halestorm …

Se você parar para analisar direitinho, grande parte das bandas com menina na formação que alcançaram mais visibilidade hoje em dia têm algo em comum – daí a razão do metal gótico atual ter muita moça bonita vestindo corpete, e o que faz os caras babarem e as mocinhas as idolatrarem. Tudo bem, beleza, mas e se eu for mais pra Joan Jett do que pra Tarja Turunem, o que que eu ouço nos dias de hoje??? Minha dica pra você vem da Suécia, e se chama Crucified Barbara .

Crucified BarbaraA Crucified Barbara é um grupo super energético que surgiu em 1998, então como uma banda de punk rock, mas que migrou sua sonoridade para o hard rock e rock puro pouco depois . Desde sua formação, só um membro da banda saiu – de 1998 a 2003, quem cantava nela era uma moça chamada Joey Nile, que ao sair, teve seu posto ocupado  pela “lead guitarrista” da própria banda, a morena magrelinha Mia Coldheart, que passou a ser guitarra e voz . Além de Mia, a CB conta com rhythm guitar de Klara Force, o baixo de Ida Evileye e Nicki Wicked na batera .

O álbum debut delas saiu em 2005, e se chama In Distortion We Trust . As meninas foram muito elogiadas pela mídia especializada, o single Losing The Game bombou nas rádios europeias e o público aprovou com louvor esse disco.

Elas foram parabenizadas até pelos caras da Motorhead ! Quando elas gravaram cover de um dos hinos deles, a Killed By Death, para um disco de tributo aos caras, e eles adoraram o resultado!

Por 3 anos as garotas rodaram a Europa  em tour e depois de um descanso, lançaram o seu segundo álbum, ‘Til Death Do Us Party – título que brinca com a forma em inglês de dizer “até que a morte os separe” (‘Til death do us part), trocando a palavra ‘part’ por ‘party’, que significa ‘festa’ – em fevereiro de 2009.

Mais uma vez, o disco rendeu muito, os críticos curtiram e o público foi crescendo – isso também graças ao seu segundo single, sucessor de Sex On, ser a balada Jennyfer, que fala de uma moça que teve seu coração partido, mas que é aconselhada a deixá-lo se recuperar porque, apesar de às vezes não parecer verdade, o tempo fecha qualquer ferida.

O terceiro disco delas é o mais recente, The Midnight Chase, que saiu em julho do ano passado.

Hoje, elas continuam rodando o mundo com o disco e arrebanhando mais e mais fãs que curtem um som mais cru, cheio de riffs de encher os olhos (ou os ouvido) e que agita todo e qualquer apreciador do bom e velho rock ‘n roll .

Site: http://www.crucifiedbarbara.com/

FB:  http://www.facebook.com/crucifiedbarbara

Fanpage brasileira:  http://www.facebook.com/CrucifiedBarbaraBrasil
Singles

Losing:  http://www.youtube.com/watch?v=BqTLe4z5T9Y

Sex On:  http://www.youtube.com/watch?v=fZGP4oabVFY

Rock Me:  http://www.youtube.com/watch?v=tjL5apEyiig

Texto escrito por: Andressa Mendes 
Andressa Mendes Pernambucana de 26 anos, professora e amante de música desde jovem . Paixões platônicas : contrabaixo, confeitaria e literatura .
Consigo ouvir coisas diferente e “chocantes” entre si, mas a grande maioria vem da gama rock/metal .
Anticlichês, aversa à verdades absolutas e frases de efeito, sou aberta, ‘de boa’ e sempre com um sorriso prestes a brotar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: